SINDIJOIAS - APOIANDO, DESENVOLVENDO E PARTICIPANDO!

SIGA-NOS:

  • w-facebook

Presidente do Sindijoias coordena reunião da Cser

 

O presidente do SINDIJOIAS, Aliomar Nogueira Teixeira, coordenou os trabalhos da 4ª Reunião Plenária de Executivos realizada pela Central de Serviços (CSer), no dia 11 de agosto, na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Diretor Adjunto da Cser, Aliomar Teixeira substituiu o diretor titular Paulo Henrique Schoueri.

 

Depois das boas vindas, o presidente do SINDIJOIAS, agradeceu a confiança e deu início aos trabalhos passando a palavra para a coordenadora da Central, Adriana Fonseca, que falou sobre o resultado da pesquisa de avaliação feita pelos participantes da reunião anterior, e destacou o trabalho desempenhado pelo Núcleo de Atendimento Legislativo (Nal), lembrando que todos podem contribuir com informações sobre legislações.

 

O novo gerente do Departamento Jurídico, Jorge Roberto Khauaja, se apresentou e comentou sobre a atuação do Departamento, colocando-se à disposição para atender os Sindicatos. Ele explicou que a equipe atua preventivamente, sempre que possível. “Vocês podem se comunicar conosco pelo correio jurídico, ou através do Nal e da CSer. Estamos à disposição para o que precisarem”.

 

Aproveitando um “gancho” da apresentação do novo gerente jurídico, Aliomar Teixeira comentou sobre alguns pontos apresentados na reunião de diretoria da Fiesp, que aconteceu no dia anterior, como a possibilidade de contestação jurídica do aumento da energia elétrica e a manifestação feita em conjunto entre a Fiesp e Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), apelando pela união dos partidos em prol do país.

 

Voltando à pauta, a representante do Departamento Sindical (Desin), Renata Correa explicou os procedimentos que devem ser observados nas Eleições Sindicais, em relação à Portaria 326. Segundo ela é importante ficar atento a todos os pontos, para evitar o vai e volta de documentos.

 

A seguir o gerente do Desin, Marco Aurélio Vizioli atualizou os dados do índice das negociações salariais, explicando que as negociações que estão se encerrando reproduziram o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), sendo que em alguns casos ele chegou a ser parcelado. O INPC acumulado chegou a 9,81%.

 

O cenário econômico atual e suas perspectivas foi o tema da apresentação do gerente do Departamento de Pesquisas Econômicas (Depecon), Guilherme Moreira. Segundo ele, a evolução do PIB (Produto Interno Bruto) é a pior dos últimos tempos. Quanto à participação da indústria no PIB ele diz que é uma questão estrutural. O câmbio vem caminhando para um nível confortável para a indústria, que deverá se beneficiar com a substituição de produtos importados pelos nacionais.

 

Mantido o câmbio no patamar que está a indústria começa a ter uma reação, o que não quer dizer que será rápida, explica. A má notícia, no entanto, é que em função da “queima” da indústria, essa valorização vai ser boa apenas para os 10% que restaram, e eles não são suficientes para tirar o país da crise. Logo, a crise deverá ser de longa duração.

 

O representante do Departamento de Competitividade e Tecnologia (Decomtec), Paulo Rocha explicou a metodologia do Projeto Competitivo Setorial que tem por objetivo montar com as empresas indicadas pelo Sindicato, um Planejamento Competitivo Setorial que será composto do conjunto de ações para a melhoria da competitividade empresarial.

 

Inicialmente o Projeto será testado no Siamfesp (Sindicato da Indústria de Artefatos de Metais Não Ferrosos) e no Simabesp (Sindicato da Indústria de Massas Alimentícias e Biscoitos no Estado de São Paulo).

 

O quarto painel foi conduzido pela gerente do Departamento de Meio Ambiente, Anícia Pio, que explicou a Resolução SMA 45, que define as diretrizes para implementação e operacionalização da Responsabilidade Pós Consumo no Estado de São Paulo e dá providências correlatas.

 

A Resolução é para quem produz e comercializa no Estado de São Paulo. Anícia apresentou as principais dúvidas em termos de conceitos, validade e penalidades e se colocou à disposição para participar junto com os setores das discussões sobre o tema, quando estes forem convocados pela Secretaria.

 

Na sequência, a coordenadora do escritório da Fiesp em Brasília, Rachel Colsera falou sobre algumas legislações que estão sendo acompanhadas pela Casa, como a questão do aumento das cotas, a MP 685, o PL 4193 e o Plano de Proteção ao Emprego (PPE). Este último gerou muitas observações da plateia que não se sentiu confortável com os termos apresentados pelo PPE.

 

A coordenadora da CSer finalizou as apresentações com a retrospectiva das ações realizadas, falou rapidamente sobre o Projeto Coletânia Sindical e passou a palavra para a diretora da Cser, Marielza Milani, que será a nova responsável pelo Programa de Parcerias.

 

Aliomar agradeceu a presença e encerrou a reunião convidando a todo a participarem do Happy Hour promovido pela CSer em conjunto com o Simde (Sindicato Nacional das Indústrias de Material de Defesa).

Please reload

Posts Em Destaque

Seminário Tributário

1/10
Please reload

Posts Recentes

November 7, 2019

January 7, 2019

December 4, 2018

Please reload

Arquivo