SINDIJOIAS - APOIANDO, DESENVOLVENDO E PARTICIPANDO!

SIGA-NOS:

  • w-facebook

Mercado amplia previsão de queda do PIB em 2015 para 1,10%

 

O PIB brasileiro deverá ter queda de 1,10% em 2015, segundo o centro das expectativas (mediana) de economistas e instituições financeiras consultadas pelo Banco Central. Há uma semana esperava-se queda de 1,03%.

 

Os dados fazem parte da pesquisa Focus, realizada semanalmente pela instituição.

 

Para 2016, a expectativa dos economistas é de uma recuperação de 1%, a mesma da semana anterior. Pela primeira vez, o valor não será o suficiente para cobrir as perdas apontadas para 2015.

 

INFLAÇÃO E SELIC

A expectativa é de que a inflação oficial, medida pelo IPCA, atinja 8,25%, mantendo a volta das altas, que tiveram interrupção no dia 10. Há uma semana, esperava-se alta de 8,23%, valor acima da meta oficial de inflação, que é de 6,50%.

Para 2016 espera-se inflação de 5,60%, o mesmo valor da semana anterior.

 

O IPCA é um dos principais dados levados em consideração pelo governo na hora de determinar a taxa de juros Selic, que atualmente está em 12,75% ao ano.

 

A expectativa de economistas é que essa feche 2015 em 13,25%, mesmo valor esperado na semana anterior. Nesta quarta-feira (27), o Copom (Comitê de Política Monetária do BC) deve definir a taxa de juros.

 

Para 2016, espera-se uma Selic de 11,5%, também a mesma expectativa da semana anterior.

 

TAXA DE CÂMBIO

A taxa de câmbio para o fim de período é de R$ 3,11, o mesmo valor esperado na semana anterior. Para 2016, espera-se uma taxa de câmbio em 3,30%, também o mesmo valor da semana anterior.

 

Na sexta-feira (27), o dólar à vista, referência no mercado financeiro, fechou com queda de 0,31%, em R$ 2,97.
 

Fonte – Folha de S.Paulo

Please reload

Posts Em Destaque

Seminário Tributário

1/10
Please reload

Posts Recentes

November 7, 2019

January 7, 2019

December 4, 2018

Please reload

Arquivo