Buscar
  • Redação Sindijoias

Agentes penitenciários apreendem relógios de luxo e joias com detentos em presídio de Bangu

Uma operação na penitenciária que abriga chefes da maior facção criminosa do Rio expôs o luxo e a ostentação atrás das grades, incompatíveis com a situação em que os presos se encontram e o ambiente hostil em que vivem. Alianças de ouro, cravejadas de pedras preciosas, e relógios de grife foram encontrados pelos agentes penitenciários, em março deste ano, na galeria B7 da Penitenciária Gabriel Ferreira Castilho, conhecida como Bangu 3, no Complexo de Gericinó. O preço de um dos anéis, produzidos sob encomenda para os criminosos, é estimado em R$ 100 mil. Com o valor, seria possível custear os gastos de um preso por quase dois anos.


Uma das alianças de ouro apreendidas tem o Pai Nosso gravado Foto: BRENNO CARVALHO / Agência O Globo



Veja a matéria completa clicando aqui



Créditos:

Extra - Globo.com

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Simulador - Fator de Complexidade W (fiesp.com.br)

A presente ferramenta tem por objetivo auxiliar as empresas filiadas e associadas da FIESP e do CIESP na simulação do valor a ser pago no procedimento de licenciamento ambiental e emissão de CADRI jun